Skip to content

Duas mulheres assumem a liderança do PiniOn

CTA-Exame

Com perfis diferentes, mas complementares, Carol e Talita lideram o maior painel de pesquisa do Brasil.

No mês das mulheres, o PiniOn, o maior painel de pesquisa do Brasil, anuncia, em uma matéria da Exame, a troca do comando com duas mulheres dividindo a presidência.

Carolina Dantas e Talita Castro assumem como Co-CEO da plataforma que já tem mais de 3,1 milhões de pessoas cadastrados para fazer suas missões de pesquisa. 

E por que estamos compartilhando isso agora, algumas semanas depois do dia 8M?

Simples: o PiniOn quer estender esse – e outros – diálogos. Levantar pautas de avanço no mundo da tecnologia e na empresa, de forma contumaz e ativa, não apenas em datas restritas.

Com um modelo que precisa atender dois lados muito diferentes do negócio, um B2B com os clientes demandantes de pesquisa e outro B2C com as demandas dos usuários da plataforma, a co-liderança já nasce com papéis claros e complementares buscando aumentar a agilidade e performance em toda a empresa.

Carolina é veterana corporativa com passagens em empresas como Telefônica, Itaú e Nielsen, onde foi a primeira e mais nova latina a se tornar diretora global. Super analítica, estrategista e amante de números, é uma “pesquiseira” de quanti raiz. No PiniOn há 6 anos, essa nordestina de Aracaju passa a comandar todo o time de negócios B2B.

Talita é Doutora em Antropologia e deixou o mundo acadêmico para ingressar no PiniOn, logo após a sua fundação há quase 10 anos. Uma cientista social especialista em desenvolvimento de produtos de tecnologia, Talita lidera as áreas de operações e relacionamento com usuários, tecnologia e produtos, sendo a pessoa que reflete a essência do PiniOn: entender de gente com ajuda da tecnologia.

"Nós duas somos muito pragmáticas e temos valores humanos muito parecidos. Isso traz um lugar comum e ágil de comunicação e tomada de decisão.", afirma Carolina. "Vejo o pragmatismo como uma característica muito comum de lideranças femininas. Isso é exatamente o que a empresa precisa neste momento em que vamos ao mercado consolidando nossas inovações", completa Talita em um discurso muito coeso entre as duas.

Refletindo a complementaridade das duas CEO's, o PiniOn quer expandir no mercado com sua metodologia quali/quanti, em que milhares de narrativas capturadas em áudio pelo app do PiniOn são transcritas e estruturadas por inteligência artificial. Tudo em questões de horas, da coleta à análise, como já vem usando a Globo, por exemplo.

"Há décadas o mercado de pesquisa não vê uma inovação prática que permita fazer pesquisas extremamente rápidas, mais baratas e com menos vieses. Como pesquiseira, acredito demais nessa solução, pois é um salto enorme em relação às metodologias qualitativas como grupo focal", reflete Carolina sobre a solução.

"Do lado do usuário, investimos muito em uma nova versão do app no ano passado que nos permite hoje fazer, com mais agilidade e qualidade, missões localizadas para pesquisas como mystery shopper, varreduras de preço e presença de produtos ou checagem de ativação em ponto-de-venda", traz Talita com o seu olhar de uso da tecnologia para melhorar metodologias já existentes.

O desafio das duas é grande: crescer a empresa 50% esse ano e gerir um painel de mais de 3 milhões de usuários em 4,7 mil municípios do Brasil com todos os seus sub-painéis específicos como, por exemplo, favelas.

Te convidamos a ler a matéria divulgada pela Exame e a saber mais das inovações do PiniOn para o mercado de pesquisa com nossos especialistas.

Deixe um comentário